Foi publicada ontem (25/10), a Lei nº 13.496/17, resultante da conversão da Medida Provisória (MP) nº 783/17, com emendas, a qual instituiu o Programa Especial de Regularização Tributária (PERT), para pagamento de débitos com a Receita Federal e com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, com reduções de multa e juros, vencidos até 30 de abril de 2017 em até 180 parcelas.  (leia mais)

As principais alterações promovidas pela Lei, em comparação com o texto original da MP nº 783/17 são:

I. redução ainda maior no percentual de descontos das multas (por exemplo, de 50% para 70% no caso de quitação à vista) e dos encargos (de 25% para 100%);

II. redução do percentual de 7,5% para 5% da antecipação inicial, nos casos das dívidas inferiores à R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais);

III. possibilidade de utilização de Prejuízo Fiscal e Base Negativa de CSLL no âmbito da PGFN, nos casos das dívidas inferiores à R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais); e

IV. possibilidade de inclusão de “tributos passíveis de retenção na fonte, de desconto de terceiros ou de sub-rogação”, o que estava vedado na redação anterior da MP.

Todavia, foi vetada pela Presidência da República a adesão ao parcelamento de dívidas das micro e pequenas empresas, optantes pelo Simples, dentre outros dispositivos.

Por fim, tendo em vista que o prazo final de adesão, até o momento, está mantido pela Lei (31/10/17) e as consideráveis reduções concedidas pela nova redação, é aconselhável a análise imediata dos casos ainda a serem incluídos ou já incluídos, sobretudo aqueles em que já houve adesão e pagamento da antecipação ao PERT com base na redação original da MP nº 783/17.

Permanecemos à disposição para esclarecimentos adicionais.

Valdirene Lopes Franhani
João Arthur de Curci Hildebrandt


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>